• Quem somos
  • O que fazemos
  • Nossos Clientes
  • O que já fizemos
  • Notícias do Cinema Brasileiro
  • Críticas
  • Contato e Localização

Notícias do Cinema Brasileiro

TIRADENTES 2012 - PAULISTA "CORPO PRESENTE" HOMENAGEIA O CINEMA DA BOCA DO LIXO.

Celso Sabadin, especial de Tiradentes (MG).


Tiradentes 2012 – Paulista “Corpo Presente” homenageia o cinema da Boca do Lixo.
Por Celso Sabadin
Não só de cinema vive o Festival de Tiradentes. Na noite de ontem (25/01), antes da exibição do longa “Corpo Presente”, o ator Marat Descartes leu uma carta assinada pela classe artística em repúdio à truculência policial utilizada na ação de reintegração de posse na comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos. Foi aplaudido de pé.

Logo em seguida, o filme, o terceiro longa em competição na 15ª. Mostra de Tiradentes, teve a sua “pré-estreia mundial”, como se diz por aqui. Dirigido por Marcelo Toledo e Paulo Gregori, “Corpo Presente” é um drama cômico, uma crônica sarcástica fundamentada em tipos paulistanos que beiram a marginalidade e flertam com as situações limites de uma existência invariavelmente vazia. Há o agente funerário que odeia o seu serviço e rouba remédios tarja preta que o mantem longe da realidade; a dançarina de cabaré que é manicure durante o dia e prostituta quando possível; a operária de classe baixa que deixa seu bebê em casa e perambula pela cidade. A cidade que, com o perdão do lugar comum, também é personagem deste intrigante painel urbano fotografado em cores explosivas por Aloysio Raulino.

“Corpo Presente” homenageia não somente a cidade de São Paulo e seus tipos característicos, como reverencia e referencia o chamado Cinema da Boca, movimento dos mais importantes da capital paulista entre os anos 60 e 80. São enquadramentos, situações, cores e locações profundamente relacionadas com aquela época e aquela situação. Tanto que um de seus personagens – um calado, introspectivo e asmático chefão do crime - é vivido por Alfredo Sternheim, cineasta da Boca e crítico de cinema. Também é divertido ver o eterno galã David Cardoso, considerado o Rei da Pornochanchada, no papel de um vaidoso dono de salão de beleza. Ou a veterana Darlene Glória como a exigente cliente do mesmo salão.
Evidente que tantas referências fazem de “Corpo Presente” um filme cifrado, nem sempre compreendido por quem não viveu ou desconhece o movimento.

Para a noite de hoje, a Mostra de Cinema de Tiradentes programou dois longas na mostra competitiva: a ficção carioca “Hu” e o documentário brasiliense “Em Torno da Beleza”.