“VELOZES E FURIOSOS 8″ NO PÒDIO.

Por Wanda de Andrade.

Enquanto A Bela e a Fera ultrapassava US$ 1 bilhão nas bilheterias globais, Velozes e Furiosos 8, da Universal, liderou as bilheterias norte-americanas no fim de semana com mais US$ 100 milhões, se tornando a segunda maior bilheteria de estreia de 2017. E o que é mais importante: o filme liderado por Vin Diesel faturou a quantia recorde de US$ 432,3 milhões internacionais, resultando numa bilheteria global de estreia da ordem de US$ 532,5 milhões, a maior da toda a história do cinema. Ultrapassando a estreia global de Star Wars: O Despertar da Força (US$ 529 milhões) em dezembro de 2015 superou também os US$ 397,7 milhões obtidos na estreia por Velozes e Furiosos 7 em abril de 2015, e que era a quinta maior bilheteria global de estreia. Agora é a sexta.

 

O Poderoso Chefinho e A Bela e a Fera tiveram, mais uma vez, uma ótima sustentação, ambos com uma queda pouco maior que 40%.  A Bela e a Fera também teve um ótimo desempenho internacional, faturando mais US$ 22 milhões, totalizando US$ 1,043 bilhão, se tornando a 22ª maior bilheteria global de todos os tempos em cinco semanas. Os Smurfs e a Vila Perdida ficou na 4ª posição no fim de semana com US$ 6,5 milhões, totalizando US$ 24,7 milhões em casa.

 

Fechando as cinco maiores, Despedida em Grande Estilo, na segunda semana, faturou US$ 6,35 milhões, totalizando US$ 23,3 milhões nos EUA.

 

Saia teve a menor queda entre as Top 10. Caiu somente 28% no oitavo fim de semana, faturando US$ 2,9 milhões, totalizando US$ 167,5 milhões.

 

Outro destaque da semana foi Kong: A Ilha da Caveira, que faturou US$ 2,67 milhões ultrapassando US$ 160 milhões e Logan. Embora fora das 10 Mais faturou US$ 1,9 milhão e já ultrapassou os US$ 220 milhões domésticos. Ficou na 13ª posição.

 

Duas boas surpresas da semana foram os independentes Gifted, da Fox Searchlight, que faturou US$ 3 milhões em 1.146 salas, ficando na 6ª posição e The Zookeeper’s Wife que acabou na 12ª posição.

 

Numa rara ocorrência, no mesmo fim de semana, três filmes subiram no ranking: Gifted, Saia e O Caso de Cristo.

 

O pior desempenho da semana ficou por conta de A Vigilante do Amanhã: Ghost In The Shell, que caiu da 5ª para a 11ª posição saindo das Top 10 na 3ª semana de exibição, depois de uma queda de 67% na bilheteria. Power Rangerss está se saindo um pouco melhor, mas a perda de 54 % indica que o filme não chegará aos US$ 100 milhões em casa, quantia que já ultrapassou, no exterior com folga no exterior.

 

Os Top 10 da semana somaram US$ 312,7 milhões, quase o triplo dos US$ 106,2 milhões faturados pelas 10 maiores bilheteras no último fim de semana e também três vezes mais do que os US$ 91,1 milhões faturados pelas 10 Mais no mesmo fim de semana do ano passado, quando The Boss liderou a semana com US$ 23,5 milhões. Velozes e Furiosos 8 foi responsável por 64 % da receita da bilheteria das Top 10, menos do que os 67,9 % das Top 10 faturados por Velozes e Furiosos 7, que não enfrentou grande concorrência.

 

No próximo fim de semana estreiam o suspense Paixão Obsessiva (Unforgettable), da Warner, Phoenix Forgotten, da Cinelou, The Promise, da Open Road, sobre o genocídio dos armênios que já está sendo boicotado no IMDB e You Tube, aparentemente por convocaçõao de um site turco, Free Fire pela A24 e Born in China, da Disney Nature.

 

As Top 10

 

  1. Velozes e Furiosos 8 (Universal) ESTREIA – Nota CinemaScore: A-; Metacritic: 56; Faturou: US$ 100.182.000 em 4.310 salas; MPS (média por sala): US$ 23.244; Totaliza: US$ 100.182.000

O público da estreia composto basicamente por 58% de homens e 42% de mulheres, com 50% deles com menos de 25 anos, deu nota A na pesquisa CinemaScore.  Com uma bilheteria de estreia de US$ 100,1 milhões, Velozes e Furiosos 9 já está programado para 2019 e um décimo filme para 2021.

Apurados os números finais na 2ª feira, a revista The Hollywood Reporter revelou que Velozes e Furiosos 8 estreou na verdade com US$ 98,8 milhões, abaixo das expectativas em torno dos US$ 120 milhões ou um pouco mais. A confirmar. Mas qualquer abertura próxima dos US$ 100 milhões pode ser considerada um sucesso. Mas ficou abaixo dos US$ 147,1 milhões alcançados na estreia por Velozes e Furiosos 7 e abaixo também dos US$ 100,5 milhões faturados na estreia por Velozes e Furiosos 6.

Mas Velozes e Furiosos 8 teve a maior abertura internacional da história do cinema (US$ 432.300.000), maior do que a de Star Wars: The Force Awakens” e bem acima de Jurassic World.

A série inteira Velozes e Furiosos já faturou US$ 3,9 bilhões globais, sendo que Velozes e Furiosos 7 faturou sozinho  US$ 1,516 bilhão.

 

  1. O Poderoso Chefinho (20th Century Fox) – Está na 3ª semana e caiu da 1ª para a 3ª colocação. Faturou: US$ 15.540.000 (-41%) em 3.743 salas (-86); MPS: US$ 4.152; Totaliza: US$ 116.324.000

Com a estreia de Velozes e Furiosos 8, o líder das duas semanas anteriores, O Poderoso Chefinho perdeu 41,1 % da bilheteria, faturando US$ 15,5 milhões e caindo para a 2ª posição, totalizando US$ 116,3 milhões.

Ainda assim continua batendo A Bela e a Fera, embora ambos continuem a mostrar vitalidade diante do inimigo comum. Como tem um apelo também para o público adulto, tem se saído melhor do que A Bela e a Fera, mas certamente não estará entre as maiores de animação do ano. Totaliza US$ 287,6 milhões globais.

 

  1. A Bela e a Fera (Disney) – Está na 5ª semana e caiu da 2ª para a 3ª colocação. Faturou: US$ 13.634.000 (-42%) em 3.592 salas (-377); MPS: US$ 4.152; Totaliza: US$ 454.650.000

A Bela e a Fera perdeu 42,4 % da bilheteria e faturou US$ 13,6 milhões na 5º fim de semana. O filme que cruzou a marca do bilhão na semana passada já totaliza US$ 1,04 bilhão global, tendo arrecadado US$ 454.6 milhões em casa. Já ocupa a 95ª entre as 100 maiores bilheterias dos EUA, mas deve chegar aos US$ 500 milhões.

Está chegando ao topo dos filmes de fantasia com atores reais. Somente O Senhor dos Aneis: O Retorno do Rei está acima de A Bela e a Fera quando se compara as bilheterias atualizadas pela inflação, estando bem atrás de Mogli: O menino Lobo e Alice no País das Maravilhas.

Se chegar ao meio bilhão nas bilheterias domésticas será o quinto maior musical de todos os tempos atrás de A Noviça Rebelde, Mary Poppins, Grease: Nos tempos da Brilhantina e My Fair Lady. Deve em breve suoerar Amor, Sublime Amor.  Se chegar ao US$ 1,2 bilhão, só ficará atrás de A Noviça Rebelde na bilheteria global.

 

  1. Os Smurfs e a Vila Perdida (Sony) – Está na 2ª semana e caiu da 3ª para a 4ª colocação. Faturou: US$ 6.500.000 (-51%) em 3.610 salas (igual); MPS: US$ 1.801; Totaliza: US$ 24.728.000

Os Smurfs e a Vila Perdida depois de uma estreia fraca perdeu 51 % da bilheteria no segundo fim de semana. No exterior está se saindo melhor tendo arrecadado mais de US$ 95 milhões globais comparados com US$ 25 milhões em casa.

E precisa mesmo da bilheteria inernacional para cobrir os custos de US$ 60 milhões e dar lucro.

 

  1. Despedida em Grande Estilo (Warner Bros.) – Está na 2ª semana e caiu da 4ª para a 5ª colocação. Faturou: US$ 6.350.000 (-47%) em 3.076 salas (+15); MPS: US$ 2.064; Totaliza: US$ 23.376.000

Depois de mostrar força durante a semana, Despedida em Grande Estilo perdeu 47 % da bilheteria. Arrecadou quase a mesma coisa que os Smurfs original, totalizando US$ 23,4 milhões em casa e US$ 35,1 milhões no mundo todo. Já se aproxima do ponto de equilíbrio (faturamento = custo) pois custou US$ 24 milhões.

 

  1. Gifted (Fox Searchlight) – Está na 2ª semana e subiu da 16ª para a 6ª colocação. Faturou: US$ 3.000.000 (+572%) em 1.146 salas (+1.090); MPS: US$ 2.618; Totaliza: US$ 4.370.000

O independente Gifted vem agradando seu público depois de ter aberto de 1.090 para 1.146 salas, faturando US$ 3 milhões. Abre para 1.600 salas no próximo fem de semana.

 

  1. Saia (Universal) – Está na 8ª semana e subiu da 8ª para a 7ª colocação. Faturou: US$ 2.918.000 (-28%) em 1.424 salas (-150); MPS: US$ 2.049; Totaliza: US$ 167.548.000

Surpreendetemente perdeu somente 28 % e está se aproximando dos US$ 180 milhões.

 

  1. Power Rangers (Lionsgate) – Está na 4ª semana e caiu da 6ª para a 8ª colocação. Faturou: US$ 2.850.000 (-54%) em 2.171 salas (-807); MPS: US$ 1.313; Totaliza: US$ 80.564.000

 

  1. O Caso de Cristo (Pure Flix) – Está na 2ª semana e subiu da 10ª para a 9ª colocação. Faturou: US$ 2.720.000 (-31%) em 1.386 salas (+212); MPS: US$ 1.962; Totaliza: US$ 8.448.000

Apesar de ter aberto para mais salas, O Caso de Cristo perdeu 31%da bilheteria mesmo na Semana Santa.

 

  1. Kong: A Ilha da Caveira (Warner Bros.) – Está na 6ª semana e caiu da 7ª para a 10ª colocação. Faturou: US$ 2.670.000 (-52%) em 2.018 salas (-735); MPS: US$ 1.323; Totaliza: US$ 161.246.000

 

As Independentes

 

Com boas estreias como Norman, Chasing Trane, A Quiet Passion e The Lost City of Z, o mercado de filmes independentes nos EUA vem dando mostras de recuperação.

 

Norman: The Moderate Rise and Tragic Fall of a New York Fixer (Sony Pictures Classics) recebeu nota 76 no Metacritic. Faturou US$ 103.664 em 5 salas; MPS: US$ 20.733

Agora que Richard Gere tem se dedicado mais aos filmes independentes do que aos grandes filmes de estúdio, vem reebendo as melhores críticas de sua carreira. Em Norman ele retrata um nova-iorquino que tem um papel fundamental na carreira de um políco israelense. É o primeiro filme americano do diretor israelense Joseph Cedar, depois dos indicados ao Oscar Beaufort” e Nota de Rodapé (The Footnote)

 

Chasing Trane: The John Coltrane Documentary (Abramorama) recebeu nota 68 no Metacritic. Faturou US$ $15.880 em 1 sala.

Mais um filme sobre uma lenda do jazz estreou em Nova York com um bom desempenho. A produção é  da Abramorama que vem mostrando ótimas produções baseadas no mundo da arte, musical e cultura (The Beatles – Eight Days a Week, Mr. Gaga, Heart of a Dog).

 

A Quiet Passion (Music Box) recebeu nota 77 no Metacritic. Faturou US$ 48.000 em 6 salas; MPS: US$ 8.000

Terence Davies (Amor Profundo, A Essência da Paixão) vem se dedicando à produção independente há quase 30 anos. Rodado na Europa, mas passado em Massachusetts, esta biografia da poetisa Emily Dickinson recebeu ótimas críticas.  Cynthia Nixon é Dickinson. Em Nova York fez a MPS de US$ 14.500, quase a mesma das melhores bilheteris de estreia da semana. Entre sexta e sábado teve uma alta de 44% na bilhrteria.

 

A produção da Amazon e Bleeker Streeet The Lost City of Z abriu com US$ 112.633 em quatro salas com uma MPS de US$ 28.158. Dirigido por James Gray (We Own the Night, The Immigrant) o filme é passado n Amazonia 100 anos atrás e abre para mais 500 salas na próxima sexta-feira. A produção é da Plan B, de brad Pitt e é estrelado por Charlie Hunnam. Robert Pattinson e Sienna Miller.

 

Continuações

Depois de uma estreia promissora, Colossal expandiu de 94 para 98 salas na segunda semana tendo um aumento de 285% na bilheteria. Gifted (Fox Searchlight), que entrou para as Top 10, Their Finest (STX) e o drama sobre o holocausto The Zookeeper’s Wife (Focus) ultrapassaram os US$ 10 milhões no terceiro fim de semana.

 

 

As Internacionais

A bilheteria internacional de Velozes e Furiosos 8 foi alavancada pela estreia na China, onde faturou US$ 190 milhões, a maior do país. No total, o filme estrelado por Vin Diesel, Jason Statham e Dwayne Johnson faturou US$ 532.5 milhões a a maior bilheteria global em três dias da história do cinema. Lançado em 63 países, saiu na primeira posição em 60 deles. Vejamos quanto Velozes e Furosos 8 faturou em cada país:

 

China – US$ 190 milhões

Mexico – US$ 17,8 milhões

Reino Unido e irlanda – US$ 17 milhões

Rússia – US$ 14,1 milhões

Alemanha – US$ 13,6 milhões

Brasil – US$ 12,8 milhões

França – US$ 10,5 milhões

Corea do Sul- US$ 10,5 milhões

Índia – US$ 10,4 milhões

Taiwan – US$ 9,7 milhões

Austrália – US$ 9,6 milhões

Oriente Médio Combinedo – US$ 9,3 milhões

Indonésia – US$ 9 milhões

Argentina – US$ 8,3 milhões

Malásia – US$ 6,8 milhões

Itália – US$ 6,7 milhões

Espaha – US$ 6,1 milhões

Colombia – US$ 5 milhões

Tailandia – US$ 4,7 milhões

Panamá – US$ 4,6 milhões

 

Estes resultados espelham a crescente importância do mercado internacional nas bilheterias — principalmente na dos de grandes orçamentos. A Universal gastou US$ 250 million na produção de Velozes e Furiosos 8, masno segundo fim de semana de exbição, já vai recuperar seu investimento e começar a ter lucro.

 

 

Bilheterias Americanas
Renda Renda
Semana Total
(US$ ) (US$ )
1 Velozes e Furiosos 8 100.181.640 100.181.640
2 O Poderoso Chefinho 15.540.000 116.323.907
3 A Bela e a Fera 13.634.000 454.649.751
4 Os Smurfs e a Vila Perdida 6.500.000 24.728.326
5 Despedida em Grande Estilo 6.350.000 23.376.352
6 Gifted 3.000.000 4.369.910
7 Saia 2.917.865 167.547.880
8 Power Rangers 2.850.000 80.563.748
9 O Caso de Christo 2.720.000 8.447.704
10 Kong: A Ilha da Caveira 2.670.000 161.246.181
Bilheterias Internacionais
Renda Renda
Semana Global Total
(US$ ) (US$ )
1 Velozes e Furiosos 8 432.300.000 532.481.640
2 O Poderoso Chefinho 36.800.000 287.423.907
3 A Bela e a Fera 22.000.000 1.043.049.751
4 Smurfs: A Vila Perdida 16.400.000 95.028.326
5 Chinese Odyssey Part Two: Cinderella, A 12.000.000 16.800.000
6 A Vigilante do Amanhã: Ghost In The Shell 8.300.000 152.123.283
7 Despedida em Grande Estilo 4.300.000 35.076.352
8 Kong: A Ilha da Caveira 3.800.000 552.346.181
9 Power Rangers 2.700.000 128.263.748
10 A Cabana 4.100.000 68.124.060
Fonte: Rentrak.Comscore